GUERRA FRIA NA BLOGOSFERA

Pimenta

Há uma Guerra Fria na blogosfera, e a última batalha foi desencadeada por um post de “Adriano Brasil” no Blog de Reinaldo Azevedo, afirmando que os dois donos da boate Kiss, onde morreram queimados, pisoteados e intoxicados 241 jovens, seriam gerentes-laranja de duas “empresárias”, laranjas por sua vez do Deputado Federal Paulo Pimenta (PT-RS), de Santa Maria. Isso explicaria o funcionamento da boate sem fiscalização séria e a presença da cúpula do PT em Santa Maria  após a  tragédia.

deputado revista Veja

A denúncia sem provas dava outro sentido à notícia de que o presidente da Câmara Federal, Marcos Maia (PT), nomeara Pimenta para coordenar a comissão dos parlamentares que acompanham as investigações sobre o incêndio na boate. Muitos blogueiros difundiram como verdade o boato facilitado pela lembrança de que Pimenta se encontrara com Marcos Valério na garagem do Congresso quando vice-presidente da CPI do Mensalão, tendo por isso que renunciar ao cargo. Ele se elegeu novamente em 2006 e foi reeleito em 2010 com quase 160 mil votos, mas os elefantes não esquecem.

A denúncia, claro, foi veementemente desmentida pelo acusado. Apesar disso, espalhou-se na blogosfera com a rapidez de um raio, passando a ser atribuída a Marcello Reis, fundador do Blog Revoltados ON LINE, que compara adversários a ratos e fezes, denotando uma tendência fascista que se manifesta ainda em logos e design de camisetas, e que reproduziu o post de “Adriano Brasil” como seu, levantando a suspeita de ser a mesma pessoa.

Já o Blog do Rovai atacou a charge de Paulo Caruso que apareceu no Blog do Noblat e que teria politizado a tragédia. De péssimo gosto, a charge ali publicada sob a rubrica de “Humor”, que adquire então conotação infame, não traz traço da politização denunciada, limitando-se a um trocadilho idiota:

129_2741-alt-chico2801

Para reforçar seu lado, Rovai publicou então uma entrevista com Pimenta a declarar que processará todos os blogueiros que divulgaram a “calúnia”, levando a perseguição aos “mentirosos” até as últimas consequências. Apoiando a medida, o leitor “francisco niteroi” postou comentário esclarecedor sobre a estratégia:

Em princípio, sou contra a judicialização da politica. Porém, como a sociedade brasileira, bem como a sua expressão maior, que é a politica, estão doentes por causa da mídia desregulada e reacionária, acredito que a solução é judicializar, levando às barras dos tribunais todos aqueles que falam sem provas, criam factoides, etc. Na Justiça, mesmo com todos os problemas lá existentes, sempre há a perspectiva de prejuízo financeiro. Dessa forma, enquanto a sonhada democratização da mídia não vem, eu acho que o PT e seus membros tem que levar sempre, e muito, e todo dia, muitas pessoas aos tribunais. Foi só o deputado ir pra policia que o pessoal já estremeceu. Temos que adotar isso sempre. Talvez diminua este clima de vale tudo em que vivemos.

O “francisco niteroi” considera que a sociedade brasileira está “doente”. E culpa disso não o regime no poder, que governa o país há mais de uma década, mas “a mídia desregulada e reacionária”. Propõe, como remédio, o uso massivo do Judiciário para calar a boca da oposição enquanto não vem a Censura, que há de curar a sociedade doente. A proposta ousada poderia ser seguida pelas vítimas das difamações dos blogs vermelhos, que acusam igualmente sem provas, de crimes e falcatruas, aqueles a quem eles chamam de “tucanalha”.

O Blog Eduardo Homem de Carvalho desafiou então o Deputado Pimenta a processar toda a grande imprensa, que divulgou diversos escândalos em que ele aparece, com ou sem razão, envolvido. Ataques e contra-ataques se sucedem nos blogs de direita e de esquerda, elevando os ânimos às alturas. Contudo, reações exageradas e estratégias declaradas de criminalizar a oposição, conferindo ao PT o papel da Eterna Vítima do Sistema e, logo, acima das leis, levantam a suspeita, infundada ou não, de que sob a fumaça há fogo.